5 chás vermelhos que você precisa experimentar

Publicado 09/11/2020
5 chás vermelhos que você precisa experimentar

Por Raquel Magalhães*

 

Estamos no mês da primavera, momento de transição entre duas estações opostas, inverno e verão. Para o Ayurveda é a época perfeita para preparar o nosso corpo para a nova estação de calor que se aproxima, eliminando os excessos dos alimentos pesados que o inverno nos deixou. Precisamos eliminar esta estagnação. A primavera é o momento ideal para deixar o nosso corpo mais leve e límpido. E cuidar da nossa digestão é essencial para a imunidade e saúde.

O universo dos chás é imenso e, nele, há opções para todos os perfis de consumidores.

A Tea Shop lançou a Campanha Detox, um delicioso desafio de 21 dias para você incorporar pelo menos três xícaras diárias e auxiliar na limpeza do seu organismo. A estrela é o Chá Pu Erh (também conhecido como Chá Vermelho) com inúmeros benefícios e, com as dicas abaixo, tenho certeza que vamos ajudá-lo a colocar em prática esse desafio com muitos aromas e sabores! Você conhece esse chá?

 

PU ERH – COMPLEXO, PROFUNDO, IMPONENTE, SURPREENDENTE

Um dos chás que mais me chamou a atenção ao experimentar pela primeira vez foi o chá Pu Erh. Mesmo depois de mais de 10 anos do nosso primeiro encontro, ainda me lembro como se fosse hoje.... Totalmente diferente de tudo aquilo que já havia experimentado. Um chá com características de aromas e sabores bem distintos. À primeira vista, pode parecer não ser para todos os gostos. Mas é sim e vale muito a pena adquirir paladar para ele.

É considerado o whisky ou o vinho do mundo do chá - quanto mais antigo, mais complexo em termos de sabor e mais caro.

Sua base é o chá verde, que depois de colhido e murchado, passa por uma etapa de processamento para desativar a oxidação. É, então, prensado e deixado em descanso. Esse processo adicional é o de fermentação pós-produção, com condições controladas de calor e umidade que não ocorrem com os outros chás, aperfeiçoando seu caráter, potência de sabores e benefícios, fazendo com que a adstringência e amargor desapareçam gradualmente. O resultado é um chá redondo e complexo. Apresenta aromas terrosos, de poeira e até de umidade, assim como couro, animal, lembrando fazenda. Avançando sobre essas percepções sensoriais que atingem os sentidos, podemos descobrir interessantes notas de frutas passas que se acentuam com os anos, o que justifica a espera para seu envelhecimento.

É importante esclarecer que a fermentação é diferente da oxidação. Na fermentação (que ocorre no Pu Erh), estão presentes micro-organismos vivos que agem no chá, enquanto na oxidação (presente nas etapas de processamento de todos os chás), somente o oxigênio age sobre os flavonóides.

 

Curiosidade

Em 2009, os chás Pu Erh receberam a denominação de identificação Geográfica Protegida, o que significa que, para um chá ser chamado de Pu Erh, ele deve ser elaborado com as folhas e brotos da planta de variedade assâmica de folha grande e árvores de chás antigas que crescem ao sul da província de Yunnan, e deve ser produzido usando um método aceito. Essa identidade geográfica é similar ao status de proteção da champagne, do presunto de parma, parmesão, etc.

É um dos meus chás favoritos, para degustar e harmonizar com alimentos. Tradicionalmente é servido após a refeição (até 30 minutos) como digestivo. É antioxidante, elimina toxinas do nosso corpo, é depurativo do fígado, auxilia na redução de retenção de líquidos e hidrata a pele.

 

Vem conhecer

1) Puro (Pu Erh Original) é a maneira ideal para harmonizar uma refeição pesada ou pratos muito gordurosos. Ingredientes como ovos, carne vermelha, cogumelos, pimenta vermelha e legumes em geral, especiarias ou chocolates combinam muito bem.

2) Cinnamon Rollcom ingredientes como cacau e canela, o é a infusão perfeita para ser degustada em um tempo frio, sozinho ou com bebida vegetal de amêndoas. Harmoniza com pães levemente adocicados.

3) Vanilla Bellini: com baunilha e pêssego (), é indispensável para aqueles momentos quando bate o “desejo” por um doce, assim como acompanhar um bolo simples. A combinação de ingredientes já vai ser o tempero perfeito para o seu bolo.

4) O Gracia Blend Red é um blend elegante e próprio da marca Tea Shop. Criado no charmoso bairro de Gracia na Espanha, apresenta uma mescla secreta de frutas, flores e especiarias. Perfeita para aqueles que querem iniciar suas experiências com o chá Pu Erh. Os óleos essenciais costumam estar presentes nas cascas de frutas fazendo com que esse blend seja calmante, relaxante e digestivo além de muito aromático. Ideal para aquela pausa na correria do dia a dia. Harmoniza muito bem com biscoitos amanteigados.

5) Praliné é uma sobremesa de origem francesa feita com amêndoa torrada, envolvida em açúcar e cristalizada: ou seja, é uma amêndoa caramelizada e também o nome de uma mescla de chá que é ideal para você degustar após o almoço ou para um lanche da tarde.

Existem outros blends da marca Tea Shop que têm o chá Pu Erh como base, com vários outros ingredientes. Com certeza você vai encontrar a sua mistura preferida, alinhando aromas, sabores e benefícios.

Experimente e não deixe de contar o que achou ;)

Acompanhem pelo Blog da Tea Shop e minha página @raquelmagalhaes pois falaremos bastante de todos os chás desta campanha durante o mês de novembro.

 

* Raquel Magalhães é Sommelière de Chá e Terapeuta Ayurveda